Costela de Ponta de Agulha


Ingredientes

1 peça de costela ponta de agulha ou minga, como também é conhecida
2 copos americanos de sal grosso
Modo de Preparar
A costela ponta de agulha ou minga, como é conhecida e divulgada pelos gaúchos, é considerada a rainha das churrasqueiras por ser uma carne muito saborosa. É importante comprá-la em casas especializadas em churrasco para que venha cortada no tamanho certo e bem limpa. Pode ser churrasqueada inteira ou em pedaços, mas fica melhor quando assada inteira, no espeto ou na grelha. Veja as receitas:

Inteira na Grelha
Polvilhe a costela dos dois lados com sal grosso, moderadamente. Ajuste a grelha no ponto mais alto da churrasqueira e coloque a costela com a parte do osso virada para baixo. Deixe “churrasqueando” nessa altura e com braseiro médio durante 3 horas, no mínimo. Quando a carne começar a se soltar das ripas vire a costela com a parte da gordura para baixo. Deixe na mesma altura e deixe assar durante mais 3 horas, sempre com braseiro médio e tomando cuidado para não deixar as brasas apagarem.

Inteira no Espeto
Polvilhe a costela dos dois lados com sal grosso, moderadamente. Use um espeto duplo, reforçado, colocado no lado mais carnudo da costela e no sentido transversal às ripas. Como os ossos da costela (as “ripas”) são curvos, coloque um espeto simples do lado menos carnudo da peça para manter uma posição mais equilibrada na churrasqueira, principalmente na hora de virar a costela. Coloque no nível mais alto da churrasqueira com a parte dos ossos voltada para baixo e deixe assar com braseiro médio durante 2 horas. Não use braseiro forte para não queimar por fora e ficar crua por dentro. Quando a carne começar a se soltar das ripas vire a costela com a parte da gordura voltada para baixo. Deixe mais 2 horas com braseiro médio, cuidando sempre para o braseiro não apagar. Retire a costela dos espetos, bata com a lateral da lâmina da faca para eliminar o excesso de sal, fatie e sirva. Se forem muitos os convidados, é melhor preparar mais uma.

Em Pedaços no Espeto
Peça ao açougueiro para separar as ripas e cortá-las no sentido transversal em pedaços não muito grandes. Tempere-as com um pouco de sal grosso. Coloque-as num espeto simples, todas com o osso no mesmo sentido e espetadas pelo lado mais carnudo. Asse-as no nível médio da churrasqueira com braseiro médio até que a carne comece a se soltar das ripas. Vire o espeto e deixe mais 2 horas com a parte da gordura virada para baixo, sempre com braseiro médio.

– Receita e foto (de Mauro Holanda) publicadas
no livro “O Sabor do Churrasco”, de Carlos Gabriel,
reproduzidas com autorização do autor